Início
MVC
Assine
- 15 de agosto de 2007 -
English Castellano
Evangelho
Meditação
Arquivo
Textos
Nós
Links
Comparta NE
Escreva-nos
Ajude-nos


Destaques:

Conferência de L.F. Figari no Congresso Mundial dos Movimentos Eclesiais (texto resumido - versão oral)

Faça desta página sua página de início

- Buscar -
 
 

Maria permanece sempre perto de nós, lembra o Papa Bento XVI

Roma, 15 (NE – eclesiales.org) Logo de celebrar a Missa com ocasião da solenidade da Assunção da Virgem Maria, o Papa Bento XVI rezou na quarta-feira de hoje o Ângelus com milhares de peregrinos na Praça Central de Castelgandolfo. Em suas palavras, o Papa recordou que “a Assunção da Beata Virgem Maria” é “uma festa antiga que tem seu fundamento na Sagrada Escritura”, que “sempre apresenta a Virgem Maria em estreita união com seu Filho Divino e sempre solidária com Ele”.

“Mãe e Filho — prosseguiu o Pontífice — aparecem estreitamente associados na luta contra o inimigo infernal até a plena vitória” e assim como “a ressurreição gloriosa de Cristo foi o sinal definitivo desta vitória, a glorificação de Maria em seu corpo virginal constitui a confirmação final de sua plena solidariedade com o Filho, tanto na luta como na vitória”.

Lembrou também o que o Servo de Deus, o Papa Pio XII declarou em 1950: “Em tal modo a augusta Mãe de Deus... obteve ser preservada da corrupção do sepulcro e, vencida a morte como já havia feito o seu Filho, ser elevada em alma e corpo à glória do Céu, de onde resplandece qual Rainha à direita de seu Filho, Rei imortal pelos séculos”.

“Maria não se afastou de nós — acrescentou o Papa — pelo contrário, permanece ainda mais próxima e sua luz se projeta sobre nossa vida e sobre a história da humanidade inteira”. “Todos nós necessitamos de sua ajuda e de seu consolo para enfrentar as provações e os desafios de cada dia; temos a necessidade de senti-la como Mãe e irmã nas situações concretas de nossa existência”, concluiu.